Estado lança aplicativo para estimular a alfabetização

Objetivo é visa qualificar a oralidade e a escrita, estimular o hábito da leitura e auxiliar os professores na avaliação da fluência e interpretação textual dos alunos do 1º ao 6º ano do ensino fundam

21/12/2020 - Notícias

Aplicativo vai reforçar o trabalho de alfabetização
Aplicativo vai reforçar o trabalho de alfabetização
A Secretaria Estadual da Educação (Seduc) lançou na semana passada o projeto-piloto do primeiro aplicativo gaúcho para letramento e alfabetização dos estudantes. Coordenado por alunos e professores da Escola Técnica Parobé e pelo Departamento de Planejamento da Seduc, com participação de professores e estudantes das escolas Protásio Alves, Irmão Pedro e Dom João Becker, o projeto “Ler é Tri” visa qualificar a oralidade e a escrita, estimular o hábito da leitura e auxiliar os professores na avaliação da fluência e interpretação textual dos alunos do 1º ao 6º ano do ensino fundamental.

Por meio da gravação da leitura e o uso de trechos de obras literárias indicadas pelo professor, o aluno pratica a interpretação textual, a oralidade e enriquece a cognição na área da linguagem. O aplicativo pode ser utilizado sem a necessidade de estar conectado à internet, a não ser na hora de baixá-lo e de sincronizar os áudios produzidos pelos alunos para dentro da plataforma. A ferramenta estará disponível para download na Play Store da Google para dispositivos Android a partir desta semana.

De acordo com os responsáveis pelo projeto, em média, uma criança que nasce em uma família de classe baixa escuta 17 mil palavras até os quatro anos de idade, enquanto, na classe média, a criança escuta 25 mil palavras no mesmo período, quantidade que chega a 45 mil palavras para crianças de classe alta. Com o aplicativo de alfabetização o é diminuir essas distâncias, oportunizando que qualquer pessoa que tenha acesso a um celular tenha esse incentivo à leitura.
 
Funcionalidades da ferramenta
O aplicativo, em sua tela inicial, apresenta campos para login e senha, por meio do e-mail educacional@educar.rs.gov.br. Em seu uso, o aplicativo é direcionado para que o smartphone seja operado na horizontal. O estágio atual do projeto apresenta uma atividade para as crianças, o “Te Liga na Trilha”, e uma atividade voltada para a inteiração com a família chamada “Família Também Aprende”.

Dentro da plataforma, existem três teclas de ações: um ponto de interrogação com função de “help” para auxílio da execução da atividade; uma tecla para gravar, indicada pela imagem de um microfone; e uma tecla para ouvir a gravação, indicada pela imagem de um alto-falante.

O objetivo é que o app seja adotado por professores e também pelas famílias, que também poderão diagnosticar seus desempenhos. A expectativa é de que mais funcionalidades sejam oferecidas pelo app no futuro. O próximo passo será proporcionar a Avaliação Diagnóstica Digital do aluno, na qual o professor fará a avaliação do estudante dentro do aplicativo e, com isso, definir as estratégias de intervenção que usará com cada aluno.